Desfrutar do sexo com pessoas trans

O 31 de março é o Dia da Conscientização Transgênero. Este é um grupo que ainda é em grande parte desconhecido socialmente. Muitas pessoas têm muitas dúvidas como essa que dá o nome a este post. Como ter sexo com pessoas trans e muitas outras perguntas sobre possíveis relações.

O assunto é tratado como algo “estranho” e peculiar quando se torna cada vez mais “normal” conhecer alguém que se sente de uma forma que não se encaixa nos órgãos genitais com os quais nasceu. Porque essa é a definição de transgênero. É um processo totalmente pessoal e individual que muitas pessoas têm que passar.

E podem ou não decidir iniciar o tratamento hormonal ou passar por uma operação, mas de qualquer forma, ainda são transgêneros. A maneira como se vestem, se expressam e são, é completamente livre. Assim é a maneira como se referem a si mesmos, seu nome e os pronomes que preferem utilizar em seu entorno.

sexo com pessoas trans

Sexo com pessoas trans, do fetiche à realidade

Na maioria dos casos, fazer sexo com uma pessoa trans é muitas vezes tratado como uma espécie de fetiche. Mesmo em muitos sites pornográficos, possuem sua própria categoria. As conhecidas como shemales. Por que isso acontece? 

Principalmente porque é visto como algo exótico e diferente. E o que é diferente, neste caso ter sexo com pessoas trans, tende a atrair. Embora isto seja errado e talvez até doloroso para a pessoa trans.

É claro que cada um tem seus próprios gostos e preferências em termos de desejo e atração. Quando se trata de interesses sexuais, nada é estabelecido em pedra. É por isso que é importante tentar olhar além disso quando se considera fazer sexo com uma pessoa trans.

Trate-os como uma pessoa com quem interagir e buscar prazer mútuo. Evitar limites individuais e explorar a sexualidade além da genitália. 

Sexo com pessoas trans, identificando conceitos

Para lidar com tais situações, é importante ser claro quanto aos conceitos. Entender o que é e conhecer as informações é essencial para desfrutar plenamente de cada interação. Para que todos os envolvidos nas relações sexuais se divirtam e gozem.

Uma pessoa transgênero é uma pessoa que se identifica com um gênero diferente daquele associado a seus genitais. Ou seja, geralmente homem no caso de um pênis e mulher no caso de uma vagina. Cisgênero refere-se a uma pessoa que se identifica com a identidade de gênero com a qual nasceu biologicamente, seja homem ou mulher. Shemale ou mulher trans é o termo frequentemente usado para se referir a mulheres que nasceram com um pênis. Além dos pronomes pelos quais desejam ser referidas. O mesmo é válido para um homem trans. Alguém que nasceu com genitália feminina.

sexo com pessoas trans

A melhor maneira de buscar

Skokka, como muitos outros portais classificados para adultos, tem sua própria categoria específica. Para quem quer desfrutar de uma companhia com estas características. 

Mas, como em qualquer relação sexual, é necessário ser claro sobre o que se quer praticar e quais são os limites de cada um. Especialmente quando se trata de masturbação, penetração e sexo oral, entre outros.

Para poder desfrutar da diversidade em companhia, mais além do fetiche. Muitos homens procuram a companhia de mulheres trans, mesmo que não queiram a companhia de homens. Parece que a aparência é mais importante do que os próprios genitais.

Em resumo

Fazer sexo com uma pessoa trans ou se relacionar de qualquer maneira

 envolve muitas coisas. Esta é uma pessoa que normalmente passou por um processo de transformação interna e externa. Além de ter que lidar com muitas situações e pessoas que não entendem ou não compartilham a situação. Como o simples fato de qual banheiro entrar.

Portanto, é melhor começar com respeito, comunicação, paciência e compreensão. Ser capaz de interagir e desfrutar plenamente da relação, como com qualquer outra pessoa. 

Tentar adaptar-se e abrir a mente para compreender todas as questões envolvidas em ser uma pessoa trans hoje. Identificar o que se busca e o que se quer realmente para poder desfrutar e experimentar com calma, deixando-se levar. 

É também um grupo que precisa de maior visibilidade em todas as áreas. Embora cada vez mais figuras públicas e celebridades estejam declarando-se abertamente como pessoas trans. Este é o caso de Elliot Page, Nikkie de Jager, Kim Petras e Carmen Carrera.